Em defesa da democracia, milhares nas ruas do Brasil contra o fascismo de Bolsonaro


Milhares de brasileiros e brasileiras deram, neste sábado (20), mais uma demonstração de que estão dispostos a lutar até o fim pela manutenção da democracia e contra o ódio disseminado pela campanha de Jair Bolsonaro. Com os nomes de Haddad e Manuela em destaque, mais de 180 cidades do Brasil e do exterior foram tomadas por manifestações populares pacíficas, plurais e que celebram o único projeto que pode tirar o país da crise.

O grande alcance da mobilização impulsionou o tema nas redes sociais – desde a manhã deste sábado, a hashtag #Bolsonaronão, resposta imediata aos crimes cometidos por simpatizantes do candidato do PSL e às suas propostas absurdas permaneceu entre os mais compartilhados no Brasil.

Em viagem pelo Nordeste, Haddad participou de grande ato na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza (CE), que reuniu 50 mil pessoas ao lado de outras lideranças políticas como Guilherme Boulos, a presidenta do PT e senadora, Gleisi Hoffmann, e o governador reeleito Camilo Santana.

Ato em Fortaleza

O candidato a presidente voltou a criticar a postura do adversário radical, cuja campanha tem se pautado pela produção sistemática de notícias falsas nas redes sociais: “Vocês devem conhecer muita gente que recebeu notícia falsa pelo Whatsapp. Muita gente se informa pelo celular. A armação deles era pra que isso terminasse no 1o turno, pra que eles não fossem descobertos, mas no 2º turno toda sujeirada deles veio à tona”.

*Com informações do PT Nacional

Comentários encerrados.