Por Esmael Morais

Em 2014, dono do Ibope deu parabéns para Aécio

Publicado em 16/10/2018

Que as pesquisas de opinião erram feito todos nós estamos carecas de saber. Mas o que muitos já podem ter esquecido é que, na eleição de 2014, o dono do Ibope telefonou para dar parabéns a Aécio Neves (PSDB) “eleito” presidente da República.

LEIA TAMBÉM
Pesquisas erraram em 2014 e continuam errando feio em 2018

O inusitado fato teria ocorrido às 19h30 de domingo, 26 de outubro de 2014, segundo turno, mas dois minutos depois veio a ducha de água fria: Dilma Rousseff virou e ganhou a eleição.

Com a derrota do tucano, quatro dias depois, o presidente do Ibope Carlos Augusto Montenegro jurou de pés juntos que não tinha telefonado para felicitá-lo pela vitória.

Pelo sim pelo não, na ausência de propostas e debates, eis que os institutos de pesquisas são [outra vez] os principais protagonistas da eleição presidencial de 2018.

A diferença é que este sujeito “cavernoso” [Montenegro] desapareceu este ano e em seu lugar apareceu a CEO do Ibope Márcia Cavallari.

Moral da história: o jogo só termina quando o “juiz” apita o final.