Efeito Bolsonaro faz ações de fábrica de armas dispararem

As ações da Taurus, maior fabricante de armas da América Latina, dispararam (com o perdão do trocadilho) e dobraram de valor desde o início da campanha eleitoral.

Segundo informações do Portal Sputnik, em 16 de agosto cada ação custava R$ 2,29; e agora custa R$ 4,95. A alta foi de 116,15%.

O aumento está diretamente relacionado à liderança de Jair Bolsonaro (PSL) nas pesquisas de intenção de votos para presidente.

O candidato da extrema direita defende a liberação do porte de armas para a população em geral. Só nesta semana, as ações já subiram quase 20%.

Mas, o próprio Bolsonaro já prometeu acabar com o “monopólio” da Taurus, abrindo o mercado para fabricantes de outros países.

Melhor seria se a venda de livros, de alimentos, ou de imóveis residenciais estivesse crescendo neste patamar.

Com informações do Portal Sputnik