Campanha de Bolsonaro se resume a ataques ao PT, diz Jaques Wagner

Senador eleito pela Bahia, o ex-governador Jaques Wagner considera a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) um deserto de ideais que se resume a ataques ao PT.

LEIA TAMBÉM
Sérgio Moro prepara nova boca de urna contra Fernando Haddad

“O que eles têm a dizer? É anti-PT. É anti-PT”, criticou o coordenador da campanha de Fernando Haddad.

Wagner recomendou que às pessoas que têm mais medo de Bolsonaro que raiva do PT que votem em Haddad. “Não precisa amar o PT”, disse.

A campanha do PT espera para os próximos dias a entrada de Ciro Gomes no segundo turno contra o perigo do fascismo representado pelo “Coiso”.

Os petistas também criticaram o TSE por não coibir com eficiência as fake news de Bolsonaro.

Comentários encerrados.