Por Esmael Morais

Bolsonaro usou ‘colete a prova de balas’ na votação de hoje

Publicado em 28/10/2018

Além da operação de guerra em seu entorno, Jair Bolsonaro (PSL) utilizou um ‘colete a prova de balas’ para ir votar hoje (28) na Escola Municipal Rosa da Fonseca, na Vila Militar, no Rio de Janeiro.

LEIA TAMBÉM
Tiroteio com 10 mortos nos EUA atinge Jair Bolsonaro

De acordo com a Justiça Eleitoral, policiais federais e militares e mais de 20 militares do 11º Batalhão de Polícia do Exército fizeram a segurança do candidato do PSL na escola.

Cães farejadores da Polícia Federal vasculham o interior da escola. Grades foram colocadas na entrada, para separar jornalistas e curiosos do candidato.

LEIA TAMBÉM
Acompanhe em tempo real a apuração pelo Blog do Esmael; guarde o link

A imprensa também teve acesso limitado ao local de votação de Bolsonaro. Apenas 30 cinegrafistas e fotógrafos foram selecionados pela Justiça Eleitoral por meio de sorteio.

Por outro lado, Fernando Haddad (PT) teve uma votação tranquila. Não usou coletes a prova de balas nem utilizou segurança ostensiva. Também não limitou o trabalho dos profissionais da imprensa..