Bolsonaro pode ser derrotado pelo “salto alto”, diz Estadão

O Estadão, que torce por Bolsonaro, dá como favas contadas a eleição do ex-militar no domingo. Pela lógica do jornalão, nem precisaria realizar a votação deste segundo turno.

LEIA TAMBÉM
Ibope sobre a disputa de presidente

A velha mídia golpista deu as costas para o perigo para a democracia e fechou com a possibilidade de retrocesso para o povo, qual seja, em favor de especuladores do mercado financeiro.

O Estadão alerta que o “salto alto” pode derrotar Bolsonaro no Congresso. Mas como eles [Bolsonaro, mídia e especuladores] não combinaram com os russos [eleitores], ainda tem jogo e a partida só termina quando o juiz apita o final.

Abaixo, veja o que pensam os falidos barões da velha mídia:

Sinal amarelo. Apoiadores de Bolsonaro no meio empresarial estão preocupados com o “salto alto” na campanha. Alertam que políticos mais próximos ao candidato foram tomados pela “embriaguez do sucesso” e estão subestimando as dificuldades do Congresso.

Devagar com o andor. Em reunião com o mercado financeiro, por exemplo, deputados recém-eleitos pelo PSL deixaram os presentes atônitos ao dizerem que Bolsonaro não terá dificuldades para aprovar a reforma da Previdência e que enxergam “um céu de brigadeiro” para qualquer proposta dele.

Comentários encerrados.