Bolsonaro é o cara mais baixo que eu conheci na vida pública, afirma Haddad

O presidenciável Fernando Haddad (PT), em entrevista ao jornal espanhol El País, afirmou que o adversário Jair Bolsonaro (PSL) é o cara mais baixo que ele conheceu na vida pública.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro, o coveiro da Globo

Sobre os ataques de fake news, Haddad disse que não esperava dele [Bolsonaro] outra coisa. “Ele é o cara mais baixo que eu conheci na vida pública. Não é nem do baixo clero do Congresso, é do porão”, disparou o candidato petista.

“Eu recebo cada coisa a meu respeito que quase desisto de votar em mim. É muita mentira, nossa senhora”, brinca Haddad.

Perguntado pelo El País se acredita numa virada, ele disse que sim:

“Eu saí de 4% para 42% em 30 dias. Não acho nada impossível a gente chegar em 50% em mais 15 dias. É possível, sobretudo se os brasileiros tiverem a percepção, e que nós temos a obrigação de comunicar, dos riscos de eleger uma pessoa com uma visão de mundo que a [política francesa de extrema direita] Marine Le Pen considerou extremista. A Marine Le Pen disse “Bolsonaro não dá”. E a pessoa mais extremista que eu conheço é Marine Le Pen. Ela achou um exagero o Brasil chegar a esse ponto. Temos 15 dias de trabalho pelo bem do Brasil.”

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.