URGENTE: PT DEFENDE DEMISSÃO DE COMANDANTE DAS FORÇAS ARMADAS

Publicado em 9 setembro, 2018
Compartilhe agora!

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) defendeu a exoneração do comandante das Forças Armadas, general Eduardo Villas Bôas, pelo bem da democracia, após manifestação de posição contrária à candidatura do ex-presidente Lula, em entrevista publicada no jornal Estado de São Paulo, neste domingo.

LEIA TAMBÉM
PT divulga nota criticando entrevista do comandante das Forças Armadas

“As declarações do General Vilas Boas são inaceitáveis porque ilegais. Em qualquer país em que vigore uma Constituição, o General seria exonerado. Trata-se, na pratica, de uma intervenção militar na política. Querem tutelar as eleições e garantir a vitória do candidato nazifascista”, afirmou Damous em sua conta no twitter.

Na entrevista ao Estadão, Villas Bôas declarou que “o pior cenário é termos alguém sub judice, afrontando tanto a Constituição quanto a Lei da Ficha Limpa, tirando a legitimidade, dificultando a estabilidade e a governabilidade do futuro governo e dividindo ainda mais a sociedade brasileira”. “A Lei da Ficha Limpa se aplica a todos”, concluiu.

Compartilhe agora!