Professores do Paraná fazem campanha contra eleição de Beto Richa ao Senado

Com o objetivo de tirar o ex-governador Beto Richa (PSDB) da política, professores da educação básica do Paraná lançaram uma ofensiva neste feriadão da Pátria pela eleição de Flávio Arns (REDE) ao Senado.

Panfletos distribuídos nas escolas e no desfile deste 7 de Setembro não deixam margem à dúvidas: “Esta é a oportunidade de tirarmos Beto Richa”, convoca o material.

O “mosquitinho” traz os números do último Ibope sobre a corrida pelo Senado (Requião 43%, Richa 28% e Arns 17%) para então propor: “Se mobilizarmos para que um maior número de pessoas votem em Flávio Arns, ele terá grande chance de pegar a 2ª vaga para o senado (sic).”

Os educadores já consideram Requião dono da primeira vaga. Na prática, eles sugerem uma dobradinha eleitoral Requião-Arns para o Senado.

Ex-PSDB, Arns foi vice-governador e secretário da Educação no governo Beto Richa. Flávio Arns conta com um exército de militantes da APAEs e com a simpatia da turma da lava jato em Curitiba.

A bronca dos profissionais do magistério com o tucano se intensificou com o massacre do dia 29 de abril de 2015, no Centro Cívico, quando 213 pessoas ficaram feridos durante manifestação contrária ao confisco da poupança previdenciária dos servidores públicos paranaenses.