Por Esmael Morais

Lula recorre novamente ao STF pelo direito de ser candidato

Publicado em 05/09/2018

A defesa do ex-presidente Lula protocolou um novo recurso no Supremo Tribunal Federal tentando garantir o direito de disputar as eleições de outubro. Na distribuição por sorteio, a petição ajuizada nesta quarta-feira (5) foi para o decano do STF, Celso de Mello.

Essa é a terceira medida judicial tomada pela defesa de Lula para contestar a negativa do Tribunal Superior Eleitoral à sua candidatura.

No último sábado (1º), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do qual também faz parte Fachin, cassou por 6 votos favoráveis a um a candidatura do ex-presidente Lula.

Um dos recursos foi feito ao TSE e será analisado pela Ministra Rosa Weber. O segundo, foi feito ao STF e está sob a relatoria do ministro Edson Fachin.

Em debate estão a condenação antecipada e injusta no TRF-4, o pré-julgamento do TSE, a liminar da ONU garantindo o direito de Lula ser candidatos; entre outra garantias constitucionais que vem sendo ignoradas em relação ao ex-presidente.