Lava jato restaurou o PT e afundou Alvaro Dias, dizem pesquisas

A julgar pelas pesquisas de opinião, a lava jato conseguiu três proezas nesses tempos de golpe: 1- restaurar o PT; 2- afundar a candidatura de Alvaro Dias (Podemos); e derreter Marina Silva (Rede).

LEIA TAMBÉM
Vox Populi: Candidato de Lula, Haddad já aparece em primeiro com 22%

Alvaro não para de cair nas sondagens eleitorais após vincular-se à lava jato e ao juiz Sérgio Moro, de acordo com o último Paraná Pesquisas. Marina, cuja bandeira é a mesma do candidato do Podemos, qual seja, combate à corrupção, derreteu entre a preferência do eleitorado.

Por outro lado, contrariado o consórcio jurídico-midiático, o candidato de Lula à Presidência da República, Fernando Haddad, aplicou uma virada fantástica e lidera a corrida presidencial de outubro, segundo o instituto Vox Populi.

O Blog do Esmael anotou ontem (12) que na eleição de 1988, portanto há 30 anos, Jaime Lerner conseguiu vencer a disputa pela Prefeitura de Curitiba numa campanha de apenas 12 dias. Ele substitui na época Algaci Túlio. A título de comparação, Haddad terá tido ao final do certame 26 dias.

Mas nem tudo é desgraça para o partido da lava jato, que ainda poderá eleger um senador no Paraná.

Resumo da ópera: a despeito do atentado sofrido pelo deputado Jair Bolsonaro (PSL), o figurino de “vítima” do golpe vestiu melhor o PT e Haddad — líder na disputa.

Comentários encerrados.