Judeus contra Bolsonaro no Facebook

“O fascismo não passará”, diz a foto na capa da comunidade judaica no Facebook contra Jair Bolsonaro.

“Nós temos um passado em comum de luta contra todas as formas de discriminação. Não aceitamos que um fascista possa ser presidente do Brasil. Nos unimos as demais minorias na luta contra este fascista”, explica o texto.

“Depois do Face abrigar comunidades como Mulheres Contra Bolsonaro e Homens Contra Bolsonaro, chegou a vez da página Judeus Contra Bolsonaro”, registrou no Estadão o jornalista Marcelo Rubens Paiva.

Rubens Paiva recorda ainda que o grupo no Face faz um contraponto à parte da comunidade que recebeu Bolsonaro em 3 abril de 2017 no Clube Hebraica, do Rio de Janeiro, com aplausos e apupos, apesar de afirmações preconceituosas contra negros, indígenas, mulheres, gays, refugiados e integrantes de ONGs.

Comentários encerrados.