Grupo de mulheres unidas contra Bolsonaro já tem quase 1 milhão de integrantes

Publicado em 11 setembro, 2018
Compartilhe agora!

Cresce rapidamente no Facebook o grupo “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro”. Criado no final de agosto, o grupo já conta com mais de 800 mil integrantes.

Pela velocidade de crescimento, o grupo deve ultrapassar a marca de 1 milhão de integrantes nas próximas horas. Desde domingo (9), foram mais de 600 mil adesões. Isso sem contar os grupos com temáticas e nomes semelhantes.

Bolsonaro é o candidato com o maior índice de rejeição. Segundo a pesquisa Ibope divulgada hoje, o índice está em 41%. Entre as mulheres, o índice de rejeição é maior, chegando a 49% segundo o instituto Datafolha.

Pela descrição, o grupo é destinado a “união das mulheres de todo contra o avanço e fortalecimento do machismo, misoginia e outros tipos de preconceitos representados pelo candidato Jair Bolsonaro e seus eleitores.”

“Acreditamos que este cenário que em princípio nos atormenta pelas ameaças as nossas conquistas e direitos é uma grande oportunidade para nos reconhecer como mulheres. Esta é uma grande oportunidade de união! De reconhecimento da nossa força!”

“O reconhecimento da força da união de nós mulheres pode direcionar o futuro deste país! Bem-vindas aquelas que se identificam com o crescimento deste movimento.” Conclui a descrição no Facebook.

Compartilhe agora!