General Mourão disse o que a Globo queria ouvir sobre o fim do 13º salário

Compartilhe agora!

A gritaria sobre a fala do vice de Bolsonaro, general Mourão, sobre o fim do 13º salário e do adicional de férias, pode ter desagrado os trabalhadores, mas era o que a Globo sempre quis ouvir de um candidato à Presidência da República.

Em abril de 1962, o jornal O Globo — carro-chefe das empresas da família Marinho — inequivocamente registrou na manchete o pensamento da elite brasileira: “Considerado desastroso para o país um 13º salário.”

LEIA TAMBÉM
Globo, 50 anos contra os trabalhadores

Bolsonaro e Mourão são a possibilidade da realização/conclusão do golpe nos trabalhadores, qual seja, retirada de direitos, submissão da nação ao capital estrangeiro, privatizações, fim da aposentadoria, enfim, tudo o que o “Coiso” gosta e Globo também.

O bruxo Paulo Henrique Amorim, o PHA, em seu Conversa Afiada, já havia previsto que a Globo não teria pejo em abraçar o fascismo de Bolsonaro. Bingo!

Compartilhe agora!