Contrariando seu voto no TSE, Fachin nega candidatura a Lula

O ministro Luiz Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal negou nesta madrugada (6) o pedido para liberar a candidatura de Lula. Com a decisão, Fachin contrariou o próprio voto proferido no Tribunal Superior Eleitoral semana passada.

LEIA TAMBÉM: TSE cassa Lula antes do julgamento, denuncia advogado do PT

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou a candidatura do ex-presidente por 6 votos a 1 no dia 1°. Fachin foi o único a votar pela candidatura de Lula em reconhecimento à decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU.

Com a decisão dessa noite, Fachin muda seu entendimento justamente quando ele poderia fazer alguma diferença e expõe o lado sombrio do Judiciário brasileiro.

Ainda restam um recurso no TSE, que pode ir ao STF, além do recurso que já está com o decano Celso de Mello no STF. São as duas últimas cartadas  da defesa de Lula para fazer valer a Constituição e a decisão da ONU.

Comentários encerrados.