Antevendo derrota, Bolsonaro sugere que PT vai fraudar eleição

Publicado em 17 setembro, 2018

O presidente do STF, Dias Toffoli, rebateu as declarações do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) de que a eleição poderá ser fraudada pelo PT em conluio com o TSE.

De acordo com Toffoli, que já presidiu o TSE, Bolsonaro foi eleito pela urna eletrônica. “As urnas são totalmente confiáveis. São auditáveis para os partidos, Ministério Público e OAB”, explicou o ministro.

LEIA TAMBÉM
URGENTE: Bolsonaro lidera com 28,2%; Haddad tem 17,6% e Ciro 10,8%

Bolsonaro publicou um vídeo ontem (16) afirmando que os petistas aparelharam o TSE e criticou a pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira (14): “a nova narrativa é de que eu perderia no segundo turno para qualquer um”. “Pelo amor de deus”, reclamou.

“Com toda sua popularidade, sua possível riqueza, seu tráfego junto a ditaduras. Você aceitaria passivamente ir para a cadeia? Se você não tentou fugir, com tudo ao teu lado, é obviamente porque você tem um plano B. Não consigo pensar em outra coisa a não ser o plano B se materializar numa fraude”, disse Bolsonaro se referindo ao ex-presidente Lula, mantido preso político na Polícia Federal de Curitiba há 164 dias.