Segurança: Bolsonaro que liberar as armas; Daciolo diz que ‘falta amor’

No debate sobre a questão da Segurança Pública, os jornalistas perguntaram aos candidatos sobre as propostas para o setor. A demagogia e verdadeiras pérolas surgiram nas respostas dos candidatos: Para o capitão, a proposta é “liberar o porte de armas para o cidadão”. Ou seja, transformar o país num grande faroeste caboclo.

Para o cabo Daciolo, “falta amor” e ao mesmo tempo defendeu medidas duras. Alvaro Dias (PODE) fez a enrolação com as propostas de sempre, como integração das polícias, mais investimentos e cuidar das fronteiras.

Comentários encerrados.