Ratinho vê acordo eleitoral com Bolsonaro bater na trave

Jair Bolsonaro (PSL) e Ratinho Junior (PSD), filho do apresentador Ratinho, do SBT, firmaram um acordo que não se sustentou no Paraná.

O jogo consistia em retirar a candidatura do jornalista Ogier Buchi (PSL) para forçar uma suposta vitória de Ratinho no 1º turno e possibilitar um palanque para Bolsonaro no estado.

O PSL paranaense sequer enviou a ata da convenção estadual para registro no TRE, mas, indignado, o candidato correu para garantir a candidatura neste sábado (18).

“Candidatura registrada, agora podemos continuar a nossa campanha, com propostas claras e exequíveis, que foram muito bem aceitas por quem assistiu ao debate da TV Bandeirantes. Vamos às ruas, continuar conversando com a população e mostrando que o Paraná precisa de um gestor com o pulso firme e forte para fazer as mudanças necessárias”, desabafou hoje (18) Ogier Buchi, jogando água no chope de Ratinho e Bolsonaro.

Comentários encerrados.