Lula envia carta aos grevistas de fome


Na carta, o ex-presidente Lula agradeceu a ação e reforçou compromissos com a luta popular. Militantes dos movimentos sociais completam nesta sexta-feira (24), 25 dias sem se alimentar.

Na carta, Lula disse que tem acompanhado diariamente o ato extremo e recebido relatos por meio dos familiares, visitantes e advogados. No texto, que foi entregue aos grevistas na quinta-feira (23), o ex-presidente agradece o gesto e responde comprometendo-se com as pautas da luta popular. Ao referir-se à candidatura, reforçou que ela não representa interesse de cunho pessoal e sim uma causa. Confira a íntegra da carta de Lula aos grevistas de fome:

Caros Companheiros e Companheiras

Jaime Amorim, Zonália Santos, Rafaela Alves, Frei Sérgio, Luiz Gonzaga, Vilmar Pacifico e Leonardo Soares.

Não tenho palavras para agradecer o gesto e a atitude de vocês em defesa da Democracia, da liberdade, da expressão em defesa dos direitos do povo trabalhador do campo e da cidade, e também pelo direito de eu ser candidato à Presidência da República.

Não sou candidato de mim mesmo, sou candidato de uma causa, sou candidato porque o povo quer, sou candidato para garantir a Soberania Nacional, para terminar de fazer a Reforma Agrária e dar aos pequenos agricultores da Agricultura Familiar os direitos e o respeito que eles merecem.

Vamos juntos derrotar os candidatos das elites e da Globo, porque vocês fizeram com que, pela primeira vez, o povo brasileiro fosse no Supremo Tribunal Eleitoral inscrever um candidato.

Minha total solidariedade, cuidem-se porque o Brasil precisa do gesto e do voto de vocês!

A luta continua, venceremos.

Lula

22/08/2018