Ciro Gomes promete revogar a “selvagem” reforma trabalhista de Michel Temer

O ex-ministro Ciro Gomes, candidato do PDT à Presidência República, prometeu na manhã desta terça (21) revogar a “selvagem” reforma trabalhista de Michel Temer (MDB). A declaração ocorreu durante uma caminhada numa rua de comércio popular no Centro de Guarulhos (SP).

“Nós vamos revogar essa reforma trabalhista e substituir por outra que consulte o diálogo que eu quero promover entre os trabalhadores, os empresários, a universidade e a legislação internacional comparada”, prometeu Ciro.

Ciro atribuiu à reforma trabalhista, em vigor desde 11 de novembro de 2017, o aumento de um milhão de trabalhadores informais no Brasil. Isto significa que nesse período foram perdidos empregos com carteira assinada, 13º salário, descanso semanal remunerado, licença maternidade, limite de 8h na jornada, enfim, direitos que estão previstos na Constituição de 1988.

“Essa reforma trabalhista é selvagem. Ela produziu quase um milhão de pessoas para a informalidade no Brasil. Portanto, o que nós queremos é substituir essa selvageria por uma coisa digna que proteja a força mais fraca que é a força do trabalho. Ainda mais com 13 milhões e 700 mil pessoas desempregadas e 33 milhões empurradas para viver de bico”, afirmou o candidato do PDT.

Assista ao vídeo: