Candidato do Itaú é “destaque” em pesquisa feita por banco

Apesar da liderança absoluta de Lula com 35% das intenções de voto, o destaque da Revista Exame (da falida Editora Abril) é o “novo” João Amoêdo, que figura em sexto(!) em uma pesquisa do Banco BTG Pactual.

O candidato que defende a privatização de TODOS os serviços públicos fez carreira como “executivo” do setor bancário. Ele é o mais rico entre todos os candidatos à presidência. Por óbvio, representa os interesses dos mais ricos.

O destaque dado pela Exame vem do fato de Amoêdo aparecer com surpreendentes 3% na pesquisa espontânea, o que o colocaria em 3° lugar da pesquisa, atrás de Lula que teria nesse caso 26%; e de Bolsonaro (PSL) com 19%.

Parece que setores da direita privatista resolveram apostar (parte de) suas fichas no candidato “novo”. Isso se deve ao fiasco de Geraldo Alckmin nas pesquisas e no medo que Bolsonaro parece causar até nos empresários.

Até a cor (laranja!) do partido “novo” chama a atenção, como lembrou um leitor do Blog do Esmael. Esse filme não é “novo”, apesar da variação nas cores..

No cenário estimulado, Lula tem 35%, Bolsonaro 22%, Marina 9%, Alckmin 6%, Ciro Gomes 5% e Amoêdo 4%.

Comentários encerrados.