Sarney tenta ressuscitar dinastia familiar no Maranhão

O ex-presidente José Sarney, 88 anos, lançou neste domingo (29) sua filha Roseana Sarney (MDB) na disputa pelo governo do Maranhão.

O clã tenta ressuscitar o poder da dinastia no Maranhão, interrompida na eleição de Flávio Dino (PCdoB) em 2014.

Não será tarefa fácil para os Sarney voltarem a governar o estado, pois Dino reuniu 15 partidos para concorrer à reeleição.

Do alto do palanque, o velho Sarney reclamou de “perseguição” de Dino:

“O governo atual, a minha impressão é que tem os olhos no retrovisor, só olha para trás e o escolhido é o Zé Sarney. Coitado de mim! Nesta idade, era para ser respeitado. Entretanto, só é acusado. Acusado de ter passado a minha vida a serviço do Maranhão”, discursou.

Flávio Dino vê no chororô mais uma derrota de Sarney. No sábado (28), na convenção que o homologou, o candidato do PCdoB — além de 14 partidos aliados — reuniu 15 mil pessoas. “Todos queremos que as mudanças sigam em frente”, disse o governador.

Comentários encerrados.