Requião compara Moro ao inquisidor Savonarola; assista ao vídeo

O senador Roberto Requião (MDB-PR) comparou nesta quinta (12), da tribuna do Senado, o juiz Sérgio Moro ao inquisidor italiano Girolamo Savonarola que, após queimar centenas de pessoas, acabou na fogueira por determinação do papa Alexandre VI.

Ao referir-se sobre a informação que deu sobre as férias de Moro em Portugal, Requião disse não se interessa pelas viagens do magistrado. “Eu vejo que ele viaja muito: Andorra, Estados Unidos, França; ele tem passeado bastante para palestras que não sei se remuneradas. Se eu tivesse interesse nas viagens entraria em juízo”, afirmou.

Para Requião, estando em férias, Sérgio Moro não poderia ter se insurgido contra decisão judicial do desembargador do TRF4 Rogério Favreto que, no domingo (8), havia determinado a soltura de Lula.

Sem entrar no mérito da decisão de Favreto, o senador do MDB disse que caberia ao Ministério Público Federal teria o papel de recorrer da soltura. Sérgio Moro, de férias, não poderia se imiscuir na decisão do TRF4.

“Savornarola acabou queimado na fogueira quando se imiscuiu de assuntos do Vaticano”, advertiu o parlamentar.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.