Recessão de Temer/PSDB fecha mais de 11 mil postos de trabalho na indústria de São Paulo no mês de junho

A recessão promovida pelo governo golpista fechou 11,5 mil postos de trabalho na indústria paulista no mês de junho, o que representa uma queda de 0,53% frente a maio, na série sem ajuste sazonal. Com o ajuste sazonal, o resultado para o mês também ficou negativo, (-0,27%). Os dados foram divulgados nesta terça-feira (17) pela Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Entre os 22 setores acompanhados pela pesquisa da Fiesp para o mês de junho, 4 ficaram positivos, 2, estáveis e 16, negativos. Entre os positivos, os destaques ficaram por conta de bebidas, com geração de 331 postos de trabalho, seguido por produtos farmoquímicos e farmacêuticos (196) e impressão e reprodução de gravações (108).

No campo negativo ficaram, principalmente, produtos alimentícios (-2.910), confecção de artigos do vestuário e acessórios (-2.377) e produtos de borracha e de material plástico (-1.160).

Comentários encerrados.