PSTU lança Vera Lúcia, operária sapateira, candidata à presidência contra a burguesia

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) lançou a candidatura de Vera Lúcia, operária sapateira, à Presidência da República e para vice, o professor Hertz Dias, da rede pública do Maranhão. A convenção do partido ocorreu nesta sexta-feira (20), na sede do Sindicato dos Metroviários, em São Paulo.

Durante a convenção, Vera disse que, se eleita, irá atuar pela defesa dos direitos trabalhistas em por mais igualdade social. “A tarefa do nosso partido nas eleições é chamar a nossa classe para lutar. O nosso programa não é um programa eleitoral, mostra a saída dos problemas da nossa classe trabalhadora e os mais pobres que são os responsáveis pela produção das riquezas desse país. A burguesia se junta para tirar direitos trabalhistas.”

Quem é Vera Lúcia

Vera Lúcia, 50 anos, militou no PT, mas foi expulsa do partido em 1992 junto com integrantes do grupo político Convergência Socialista, que anos depois fundou o PSTU. Ela foi candidata a prefeita de Aracaju em 2012 e é graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Após quatro campanhas com o candidato José Maria de Almeida (Zé Maria), o PSTU indicará Vera Lúcia para as eleições presidenciais em outubro. Operária sapateira com trajetória no movimento sindical e popular, Vera Lúcia, 50 anos, nasceu no sertão pernambucano e se mudou ainda criança para Aracaju com a família fugindo da seca.

Na capital sergipana, trabalhou como garçonete e datilógrafa antes de começar a trabalhar na fábrica de calçados Azaleia, onde iniciou a militância sindical. É formada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) e se dedica atualmente à formação política de ativistas.

*Com informações do PSTU e Agências

Comentários encerrados.