PHA denuncia que foi “conduzido coercitivamente” pela Polícia Federal; assista

Compartilhe agora!

O jornalista e blogueiro Paulo Henrique Amorim, o PHA, do site Conversa Afiada, denunciou em editorial deste sábado (14) que a Polícia Federal o submeteu à “condução coercitiva” por opiniões que emitiu.

PHA afirma que delegados da corporação o processaram em diversas partes do país para dificultar-lhe a defesa e atingi-lo economicamente.

O autor do Conversa Afiada nega que tenha cometido crimes e que apenas exerceu seu direito à liberdade de expressão.

Segundo PHA, os membros da corporação o acusam de 1- divulgar manifestações públicas, nas redes sociais, de funcionários da PF que revelaram inclinação política criminalizar Dilma e Lula em favor do tucano Aécio Neves e 2- a PF deveria ser fechada e refundada.

Paulo Henrique declinou os nomes dos agentes da PF que o perseguem: Maurício Moscardi, da Operação Carne Fraca; Fernando Francischini; Igor de Paula; Humberto Rodrigues; Júlio Ribeiro; Juliana Rezende; Márcio Anselmo; e Erika Marena.

O Blog do Esmael é solidário ao amigo e profissional Paulo Henrique Amorim.

Assista ao vídeo:

Compartilhe agora!