Moro repete discurso do FMI: eleição democrática é risco para o Brasil

Compartilhe agora!

O juiz Sérgio Moro afirma que as eleições democráticas, deste ano, podem representar “risco de retrocesso” à lava jato. O discurso é praticamente o mesmo do Fundo Monetário Internacional (FMI).

No início desta semana, o Blog do Esmael registrou que o FMI alertou que o ambiente eleitoral, ou seja, a democracia, é principal fato desfavorável ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2018.

Os discursos bastante parecidos — de Moro e FMI — abordam os aspectos políticos, econômicos e moral.

Se levarmos à risca as opiniões de ambos, chegaríamos à equivocada conclusão de que a participação do povo nos destinos do país são um “risco” para o combate à corrupção e o crescimento econômico.

Durante um fórum realizado pelo Estadão, nesta quarta (25), Moro disse que o país precisa “do exemplo de lideranças honestas”.

Quem o magistrado sugere como “exemplo” de honestidade? O senador Aécio Neves? Geraldo Alckmin?

Crendiospai!

Compartilhe agora!