Por editor

Ministro do Trabalho de Temer foi autuado 24 vezes por descumprir leis trabalhistas

Publicado em 24/07/2018

O ministro do Trabalho Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello, nomeado há duas semanas pelo ilegítimo Michel Temer, foi autuado 24 vezes em fiscalizações do Ministério do Trabalho por infrações trabalhistas.

LEIA TAMBÉM: Cristiane Brasil joga a toalha e desiste do Ministério do Trabalho

As infrações foram flagradas entre 2005 e 2013, na fazenda do ministro em Conceição do Rio Verde, Sul de Minas Gerais. A fazenda produz café. As infrações são de contratação trabalhadores rurais sem registro em carteira de trabalho, sem o pagamento de benefícios trabalhistas como FGTS, INSS e férias remuneradas.

Vieira de Mello foi juiz do trabalho, desembargador e vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 3° Região, em Belo Horizonte. Mesmo assim, não era adepto em cumprir as leis em suas propriedades.

Não é novidade no governo do ilegítimo Michel Temer, nem no próprio ministério do Trabalho, a nomeação de “raposas para cuidar do galinheiro”. O titular anterior da pasta Helton Yomura foi afastado do cargo pelo Supremo Tribunal Federal após denúncias de irregularidades em registros de sindicatos pelo MTE.

Com informações do Site Repórter Brasil.