Por Esmael Morais

Estadão joga a toalha: Josué Alencar “trocou” Alckmin pelo PT

Publicado em 24/07/2018

Enfim, o Estadão reconheceu que o empresário mineiro Josué Alencar não será vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB) e que o PT venceu a queda de braço pelo filho do ex-vice-presidente da República José de Alencar.

“Josué tinha uma conversa com petistas, nesta terça, sobre a disputa presidencial. O PT quer convencê-lo a disputar a vice na chapa de Fernando Pimentel ao governo de Minas Gerais. Os dois deveriam se encontrar à tarde, mas a reunião foi cancelada. O PR, em Minas deve apoiar a reeleição do governador petista”, lamentou o jornalão paulistano.

Está certo o Estadão. Reconhecer a derrota dói menos.

De forma elegante, após a velha mídia lançá-lo na chapa do tucano, semana passada, Josué escreveu uma nota desmentindo que seria o vice de Alckmin.

Na entrevista modorrenta que concedeu ontem à noite, no Roda Viva, o ex-governador do PSDB foi perguntado se tinha caído numa “pegadinha” do PT ao indicar Josué na vice.