Por Esmael Morais

Doria perde coordenador de campanha, após operação da PF

Publicado em 26/07/2018

O economista Roberto Giannetti da Fonseca caiu da coordenação da campanha de João Doria (PSDB) ao governo de São Paulo, nesta quinta (26), após ser alvo da Operação Zelotes da Polícia Federal.

A empresa de Giannetti, a Kaduna, é acusada de receber pagamentos da siderúrgica Paranapanema em troca de livramento de débitos de R$ 900 milhões aplicados pelo o Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

Giannetti jura que as suspeitas são “infundadas” e que sua empresa age dentro dos “princípios éticos” e da legalidade.

Se Geraldo Alckmin está à procura de um vice, agora Doria está buscando um novo coordenador de campanha.

Como diria os italianos, tutti buona gente.