Por Esmael Morais

Centrão que apoia Alckmin na verdade é um quadrilhão, segundo a Folha

Publicado em 21/07/2018

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) não montou uma coligação com o Centrão, mas sim uma delegacia. Segunda a Folha, está mais para um quadrilhão porque os líderes dos partidos — PR, PP, PRB, DEM e SD — são alvo de ao menos 13 inquéritos.

O jornalão que torce pelo PSDB afirma que se trata de inquéritos por lavagem de dinheiro, corrupção e outros crimes contra a administração pública. Aliás, o próprio Alckmin está enroladíssimo no mundo do crime, mas ganha proteção extra da mídia e do judiciário.

Saindo do campo moral, do quadrilhão, voltemos à política.

Inflado pela mídia nas últimas horas, Alckmin já enfrenta fissuras na composição com o quadrilhão. O empresário Josué de Alencar (PR) e Paulinho da Força (SD) ainda podem deixar o tucano com a broxa na mão.