Por Esmael Morais

Beto Richa fica na Vara de Sérgio Moro, decide STJ

Publicado em 29/07/2018

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou pedido do ex-governador Beto Richa (PSDB) para sair da 13ª Vara Federal de Curitiba, cujo titular é o juiz Sérgio Moro. O tucano [Richa] queria ser julgado pela Justiça Eleitoral, mas o presidente em exercício da corte, ministro Humberto Martins, negou o recurso.

Na semana passada, o inquérito que investiga Beto Richa sobre crimes no processo de licitação na duplicação da PR-323 voltou às mãos de Moro. Em abril, o ex-governador teve a competência de seu caso penal deslocada para a esfera da Justiça Eleitoral, mas voltou à Justiça Federal Comum.

O processo que estava STJ — que é o foro dos governadores — foi inicialmente encaminhado para a 13ª Vara Federal do juiz Sérgio Moro, responsável pela lava jato na primeira instância, mas acabou deslocado para blindagem eleitoral. Era o que Richa queria manter e não conseguiu.

Beto Richa foi delatado por receber R$ 4 milhões em propina da Odebrecht, empreiteira carro-chefe da lava jato.