URGENTE: Fachin afirma que lava jato não conseguiu provar vantagem a Gleisi e PB

O ministro Edson Fachin, relator da lava jato no STF, desqualificou a denúncia do Ministério Público no julgamento de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo.

O relator afirmou que o Ministério Público Federal não conseguiu provar que houve a solicitação da vantagem indevida por parte do ex-ministro Paulo Bernardo.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) acusa Bernardo e Gleisi dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

O julgamento dos petistas ocorre na Segunda Turma do STF.

Comentários encerrados.