Revista Veja é condenada por ‘fake news’ contra Alexandre Padilha

A Revista Veja foi condenada por danos morais contra o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT) e sua esposa Thassia Alves por notícias falsas divulgadas em 2015. O então colunista da revista, Felipe Moura Brasil, publicou um texto dizendo que o parto de Thassia no SUS havia sido uma farsa.

O texto de Felipe na Veja afirmava que Padilha havia “turbinado” o SUS para o parto, o que foi comprovado ser uma mentira pelo processo. A decisão publicada na sexta-feira (1°) pela 2ª Vara Cível de Pinheiros, São Paulo condena a revista e o colunista a pagarem solidariamente a indenização de R$ 10 mil para o casal.

Após a decisão, Padilha, que foi ministro das Relações Institucionais no Governo Lula e da Saúde no Governo Dilma Rousseff, publicou um desabafo em seu facebook. Leia a seguir: