Pela 1ª vez, Sérgio Moro reconhece ser incompetente para julgar na lava jato

Nunca antes na história o juiz Sérgio Moro tinha reconhecido que era incompetente para julgar um caso na lava jato. Entretanto, nesta semana do Dia dos Namorados, o magistrado “quebrou a escrita” — para usar um termo do futebol — ao abrir mão de julgar tucanos envolvidos no escândalo do pedágio no Paraná.

LEIA TAMBÉM
Moro ‘pede para sair’ de ações sobre a máfia do pedágio no Paraná

“Não quer investigar os tucanos. NUNCA reconhecia incompetência”, observou um advogado ligado ao PT diante da inédita recusa. Moro alegou “excesso de trabalho” para declarar-se incompetente.

LEIA TAMBÉM
Integrantes do governo Beto Richa e do ‘pedágio mais caro do mundo’ presos pela lava jato

O diabo é que o titular da lava jato não para de viajar para receber prêmios, homenagens e participar de faustosos jantares no exterior. Só este ano, segundo advogados petistas, Sérgio Moro se afastou do trabalho mais de 40 dias para passear pelo mundo.

Comentários encerrados.