Gilmar Mendes x Cármen Lúcia

O ministro Gilmar Mendes, do STF, será relator de ação do PT e do PCdoB que alega ‘omissão’ de Cármen Lúcia sobre prisão após segunda instância.

Nesta quinta (28), os dois partidos protocolaram ação contra a presidenta do Supremo Tribunal Federal por fazer o jogo da Globo e do PSDB, qual seja, deixar de julgar as ADC’s (ações declaratórias de constitucionalidade) para manter preso o ex-presidente Lula.

Sem o julgamento reclamado pela OAB e o PT, espera a ministra, Lula continua preso e não disputaria as eleições de outubro.

A questão é: Gilmar Mendes, nesta ação do PT e PCdoB, examinará a questão da omissão sob a ótica corporativista do STF, da Globo e do tucanato, ou da Constituição da República Federativa do Brasil? A conferir.

Comentários encerrados.