Richa sofre mais uma(!) condenação, agora por propaganda ilegal e antecipada, com dinheiro público