Ex-chefe de campanha de Donald Trump na cadeia

O ex-chefe de campanha de Donald Trump, Paul Manafort, foi preso nesta sexta (15) por violar o regime de prisão domiciliar. Ele foi acusado pela promotoria de tentar entrar em contato com testemunhas no caso contra ele por crimes financeiros e conspiração.

LEIA TAMBÉM
Temer jura que não incentivou pagamentos a Cunha

Manafort terá de aguardar preso o julgamento pelas acusações de conspiração federal e lavagem de dinheiro.

O ex-chefe da campanha de Trump cumpria prisão domiciliar havia sete meses, mas foi para o regime fechado por violar a condicional ao entrar em contato com testemunhas via telefone e mensagens criptografas.

Paul Manafort foi acusado de trabalhar para governos estrangeiros, entre 2006 e 2017, sem comunicar as autoridades norte-americanas, e de ocultar US$ 12,7 milhões recebidos de um lobby do presidente deposto da Ucrânia.

Comentários encerrados.