Beto Richa: “Fui traído”

Compartilhe agora!

“Quem já não foi traído por uma pessoa próxima. Fui traído”, disse o ex-governador Beto Richa (PSDB), ao referir-se à delação do “amigo” Maurício Fanini, ex-diretor da Secretaria da Educação, que acusa o tucano de receber propinas para campanhas eleitorais.

LEIA TAMBÉM
Beto Richa cobra propinas desde 2001, afirma “amigo” que delatou ex-governador tucano

Amigo de Richa desde 1983, quando cursaram juntos engenharia, Fanini disse à Procuradoria-Geral da República (PGR) que o ex-governador do PSDB recebe propinas desde a Prefeitura de Curitiba em 2001.

Pré-candidato ao Senado, Richa afirmou que o “malandro” se enfiou na viagem para mostrar proximidade com o governador. “Eu tenho condições de viajar”, disse ao negar que Fanini pagou viagens para ele no exterior.

Beto Richa também negou o envolvimento de seus ex-chefes de gabinete Ezequias Moreira e Deonilson Roldo em esquemas de corrupção. Recentemente os demitidos pela governadora Cida Borghtetti (PP) no âmbito da “Operação Limpol”.

“Quem não foi traído? Quem já não sofreu uma traição? Fui traído”, repete como mantra Beto Richa. “Não tenho compromisso com erros”, jurou o ex-governador em entrevista à RPC/Globo.

Compartilhe agora!