Trabalhadores das refinarias de Paulínia e Mauá em greve nesta segunda

Os trabalhadores da Replan, em Paulínia, e da Recap, em Mauá, bases do Sindipetro – Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo -, iniciaram uma greve nesta segunda-feira (28/05), em solidariedade ao movimento dos caminhoneiros e contra a política de reajuste diário do preço dos combustíveis, imposta pelo presidente da empresa, Pedro Parente.

A paralisação acontece no início dos turnos da manhã, com o corte de rendição, ou seja, o grupo de petroleiros que começa a jornada na noite deste domingo (27) permanecerá dentro da refinaria até o fim do protesto, que poderá durar até oito horas.

O Sindicato também espera a adesão em massa do pessoal do setor administrativo, que inicia o expediente de manhã.

*Com informações da CUT

Comentários encerrados.