Temer afirma que não muda política de reajustes da Petrobras; assista

Mesmo acuado pela greve dos caminhoneiros, Michel Temer afirmou em pronunciamento neste domingo (27) que não mudará a política de reajustes abusivos da Petrobras.

A solução temporária não resolve os problemas dos caminhoneiros autônomos, pois a redução de R$ 0,46 por litro de diesel só terá validade para 60 dias.

Após esse período, Temer prometeu aumentos mensais no combustível.

Enquanto falava com direito a transmissão ao vivo pela Globo, ouviu-se panelaços em várias partes do país.

Assista ao pronunciamento:

Comentários encerrados.