Suplicy quer ser o próximo a visitar Lula

O vereador de São Paulo Eduardo Suplicy redesenha o roteiro de “O carteiro e o poeta” ao anunciar que entregou 3 mil cartas à filha de Lula. Ele foi barrado na semana passada pela juíza Carolina Lebbos, mas, agora, depois de Veja, Suplicy quer ser o próximo a visitar o ex-presidente na Polícia Federal de Curitiba.

Na cela, o pré-candidato ao Senado pretende aproveitar a “calmaria” para discutir alguns pontos do projeto da renda mínima com o ex-presidente Lula.

Suplicy enviou esta semana a seguinte mensagem ao Blog do Esmael:

“A respeito do Presidente Lula, informo que na última quinta-feira, muito embora a Juíza Dra. Carolina Moura Lebbos não tenha me permitido visitar Lula, pude entregar à sua filha Lurian cerca de 3 mil cartas vindas de todo o Brasil, de domingo a noite até quarta feira pela manhã, uma vez que anunciei em meu facebook que iria visita-lo na quinta, tendo em vista o parecer favorável do Ministério Público dado no domingo que poderiam ser enviadas para cartasparalula@gmail.com . Dentre elas uma comovente carta enviada pela família de Mário Pedrosa, fundador do PT, junto com Sérgio Buarque de Holanda, em 10/02/1980, no Colégio Sion, onde eu também estava presente. Lurian as entregou em mãos ao Lula às 17hs e pouco daquela quinta feira.

O abraço amigo,

Eduardo Matarazzo Suplicy
Vereador PT-SP”

Comentários encerrados.