Paulo Paim propõe Estatuto do Trabalho para reverter a ‘reforma’ de Temer

O senador Paulo Paim (PT-RS) apresentará uma proposta de Estatuto do Trabalho para tentar recompor os diretos dos trabalhadores destruídos pela ‘reforma’ do ilegítimo Michel Temer (MDB). A proposta será divulgada em uma subcomissão temporária que vem discutindo o tema no Senado desde agosto do ano passado.

O Estatuto será composto por mais de 900 artigos e terá o objetivo de conciliar interesses dos trabalhadores e dos empregadores. Paim afirmou que pretende ampliar os direitos trabalhistas e que a proposta está aberta a sugestões.

“Nós vamos ouvir a todos. Porque assim é que é a democracia, saber ouvir o contraditório. E respeitar inclusive os que pensam diferente. E o relatório final que vai na linha da justiça e negando aquele absurdo que infelizmente virou lei”. Afirmou o senador.

A ‘reforma’ trabalhista do ilegítimo retirou direitos históricos dos trabalhadores precarizando as relações de trabalho e prejudicando os trabalhadores mais vulneráveis. A medida sofre oposição dos magistrados do trabalho, do Ministério Público do Trabalho, sem falar nos sindicatos e centrais sindicais.

Paim é relator e vice-presidente da subcomissão para discutir as relações de trabalho dentro da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado. A proposta de Estatuto do Trabalho será apresentada nesta quinta-feira (10) em reunião da subcomissão.

Comentários encerrados.