O fiasco da intervenção no Rio em números

“Que tiro foi esse?”, pergunta Fogo Cruzado o laboratório de dados sobre violência armada no Rio de Janeiro, ao disponibilizar num aplicativo o fiasco da intervenção federal nas favelas cariocas. De acordo o Data lab, ocorre um tiroteio ou disparo de arma de fogo a cada 40 minutos na Cidade Maravilhosa.

LEIA TAMBÉM
O que dizem Bolsonaro, Alckmin e Alvaro sobre o massacre na escola dos EUA?

Novo levantamento do Fogo Cruzado mostra que a violência se intensificou nesses três meses de intervenção e presença das Forças Armadas na cidade.

Ocorreram 2309 tiroteios ou disparos de arma de fogo na Região Metropolitana nos 3 meses após a intervenção. No mesmo período do ano passado – 16/02 a 15/05 de 2017 -, foram 1239 notificações. Houve, portanto, um aumento de 86% nos registros de tiroteios/disparos. 

No dia último dia 16, quando a intervenção completou 3 meses, o Fogo Cruzado comparou os números com os três meses anteriores à presença das Forças Armadas no Rio: de 1842 episódios de disparos ou tiroteios, o número saltou para 2309, um aumento de 25,3%.

Ainda de acordo com o Data lab, o crescimento de tiroteios aumento em 61% na Vila Kennedy que fora escolhida como “modelo” para intervenções das Forças Armadas na segurança pública de outras localidades no país.

Comentários encerrados.