Manifestantes negam que “acabou” a greve dos caminhoneiros

O município de Jardim Alegre, Norte do Paraná, nega que a greve dos caminhoneiros “terminou” como apregoa a mídia e o governo Michel Temer. Em vídeo publicado nas redes sociais (assista abaixo), cerca mil pessoas sentaram na rodovia em apoio aos grevistas.

LEIA TAMBÉM
Globo abre guerra contra caminhoneiros
Em várias pontos do país, Exército e PM utilizam balas de borracha e bombas de gás para dispersar manifestantes.

O governo Temer reconhece que há ainda 540 pontos de “aglomerações” de caminhoneiros em greve, mas calcula-se mais de 700 paralisações em todo o Brasil.

LEIA TAMBÉM
As Forças Armadas viraram gendarmes de interesses estrangeiros no Brasil

A exemplo de Jardim Alegre, milhares de municípios continuam mobilizados em apoio aos caminhoneiros. Essas manifestações são basicamente de comerciantes e pequenos agricultores. Exemplos são Campo Mourão (PR) e Mineiros (GO).

Assista ao vídeo: