Por Esmael Morais

Gleisi: “É crime atrelar os preços dos combustíveis no Brasil ao dólar”

Publicado em 29/05/2018

A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, publicou um vídeo nesta terça-feira (29) no qual afirma que Michel Temer comete crime ao atrelar aumentos de combustíveis à cotação do dólar e à variação internacional do petróleo. “Os trabalhadores não recebem em dólar”, disse.

“A greve dos caminheiros deixou à mostra o fracasso da política econômica do governo Temer. E isso é somente a ponta do iceberg. Você está vendo que jamais ia dar certo essa política de arrochar o povo, cortar direitos dos trabalhadores, parar a indústria petrolífera nacional e entregar a Petrobras”, disse.

Segundo Gleisi, é um crime atrelar os preços dos combustíveis no Brasil à oscilação internacional do dólar e do petróleo. “Trabalhador brasileiro não ganha em dólar”, completou.

A dirigente petista afirmou ainda que também é um crime reduzir a produção nacional do petróleo para importar. “É um escândalo saber que o governo Temer liberou R$ 1 trilhão em impostos para as multinacionais que concorrem com a Petrobras, ao custo de um milhão de empregos dos brasileiros”.

Gleisi lembrou que a lava jato disse que recuperou R$ 1,5 bilhão da Petrobras, mas a desvalorização da empresa nos escândalos do governo Temer foi de R$ 45 bilhões em um único dia.

A presidenta do PT analisa que o governo Temer ataca a arrecadação de impostos, tirando dinheiro da saúde e da previdência, cujo resultado será ineficaz.

Ao final do vídeo, Gleisi defende o governo Lula. “Você lembra como era no tempo do Lula?”, perguntou ela, para então responder: “Com Lula, os empregos eram protegidos e os preços da gasolina e do gás de cozinha eram controlado”.

Assista ao vídeo: