Francischini garante que “virou” em cima de Richa

Pré-candidato ao Senado, Fernando Francischini (PSL), garante que tracking eleitoral desta terça (15) mostra ele “virando” sobre seu ex-chefe, o ex-governador Beto Richa (PSDB).

O ex-governador tucano foi bombardeado esta semana por denúncias de recebimento de propinas da Odebrecht, da educação, fraudes no reparo de estradas rurais, e ainda o juiz Sérgio Moro determinou que em 30 dias a Polícia Federal e o Ministério Público Federal abram investigações no âmbito da lava jato.

Francischini foi secretário da Segurança Pública, mas acabou demitido por Richa após o episódio conhecido como “massacre dos professores” em 29 de abril de 2015. Na campanha, o ex-secretário promete revelar detalhes daquele dia em que 213 servidores ficaram feridos no Centro Cívico.

Francischini acredita que poderá pegar carona na popularidade de Jair Bolsonaro (PSL), já que é um dos coordenadores nacionais da campanha do ex-capitão do Exército.

“Eu virei e o Requião disparou no tracking”, garante o bolsonarista.

Comentários encerrados.