Por Esmael Morais

‘Falso governo’ procura ‘falsas lideranças’ entre caminhoneiros grevistas

Publicado em 28/05/2018

O falso governo Michel Temer é surreal a ponte de anunciar que procura ‘falsas lideranças’ entre caminhoneiros em greve há oito dias. É como procurar agulha no palheiro, embora o Tinhoso tenha à disposição o Estado-policial.

Temer tenta desviar a atenção do real problema, que são os aumentos abusivos da Petrobras. A solução da questão passa pela demissão de Pedro Parente da presidência da estatal e pela modificação da política de reajustes atrelada à variação cambial e à cotação internacional do petróleo.

Ao invés de ir no cerne da crise, Temer escolhe os caminhos mais onerosos para o povo/contribuinte — visando assegurar os lucros de especuladores (acionistas) na Petrobras — anunciando novos impostos para compensar um “acordo” que os caminhoneiros autônomos rejeitaram.

A procura por ‘falsas lideranças’ também é o pretexto para criminalizar um movimento justo contra os aumentos abusivos nos combustíveis.