Por editor

CPI no Senado para investigar a política de preços da Petrobras

Publicado em 31/05/2018

Um requerimento liderado pelas senadoras Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Lídice da Mata (PSB-BA) visa a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a gestão de Pedro Parente e a política de preços da Petrobras. O pedido já tem 29 assinaturas, duas a mais que o necessário para a abertura da CPI.

Vanessa Grazziotin disse que o objetivo é “abrir a caixa preta” dos preços do combustíveis. Para ela, o acordo que pôs fim à greve dos caminhoneiros só beneficia os grandes empresários e as multinacionais do petróleo.

Ela citou os subsídios governamentais prometidos para o óleo diesel. “Shell e Ipiranga vão ganhar muito dinheiro com essa política, pois 25% do óleo diesel comercializado no Brasil são importados. O povo terá que pagar com cortes no Orçamento ou outras receitas do governo federal, e vão ressarcir as petroleiras estrangeiras”, Completou.

Mas a CPI sofrerá resistência da bancada do ilegítimo Michel Temer (MDB) a quem não interessa nenhuma investigação sobre a administração da Petrobras. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), também já avisou não terá pressa em instalar a comissão. Segundo ele, não cabe ao parlamento fazer esse tipo de questionamento.

Enfim, os governistas farão de tudo para manter a atual política de preços que está sangrando o País.