Cegonheiros reforçam a greve

A greve comandada pela Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros) ganhou o reforço, nesta sexta (25) do Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sinaceg).

LEIA TAMBÉM
URGENTE: Temer põe ‘forças federais’ contra caminhoneiros; assista

Os cegonheiros informam que permanecerão estacionados nos pátios até que o governo Michel Temer acabe com os aumentos abusivos dos combustíveis da Petrobras.

Abaixo, leia a nota oficial:

Cegonheiros associados ao Sinaceg permanecem estacionados nos pátios

Os associados ao Sindicato Nacional dos Cegonheiros – Sinaceg – decidiram permanecer nos pátios até que evolua, de forma concreta, as negociações com os poderes Executivo, Legislativo e os caminhoneiros de todo Brasil.

O Sinaceg participa do grupo de negociação com o governo e nas discussões na Câmara dos Deputados e Senado Federal, e explica que o documento divulgado, como resultado da reunião com o governo, tem por finalidade levar à categoria o que foi conquistado até o momento e ao mesmo tempo obter uma resposta dos caminhoneiros autônomos, o que não significa a decisão de cada segmento da categoria.

Em manifestação, por meio digital, os associados do Sinaceg decidiram aguardar até que haja solução efetiva das reivindicações.

Os cegonheiros associados ao Sinaceg continuam com seus caminhões estacionados nos pátios.

Diretoria do Sinaceg
S. Bernardo do Campo, 25 de maio de 2018.